contato |@| sobremusica.com.br

Bernardo Mortimer
bernardo |@| sobremusica.com.br

Bruno Maia
bruno |@| sobremusica.com.br

20.12.06

Show: Caetano Veloso (a banda)

Um Olhar Sobre As Companhias de Caetano


      Acabei conseguindo ir de última hora para o show do Caetano, que o Bruno já descreveu aí embaixo sem que eu discordasse de nada (a não ser pelo fato de que talvez eu goste menos ainda do disco). E fui com uma grande curiosidade, a de ver o comportamento de três pessoas na estréia à vera da turnê de Cê no Rio, na Lapa, na casa deles.
      Pedro Sá já teve a chance de se apresentar por aqui, mas eu vou adiante. Mais velho dos três integrantes do power trio de Caetano, ele era o mais encantado da noite de ontem. Antes de Nine Out Of Ten, a quarta da noite, já tinha trocado sorrisos e olhares com Ricardo e com Callado. O primeiro foi com Ricardo, no baixo, para quem vibrou e levantou o punho essquerdo com o indicador e o mindinho em riste. Toda aquela reação do público era punk mesmo, e se esperada ou não, estava batendo ali na hora. Ao longo do show, foi ocupando mais espaço no canto esquerdo do palco, até que no fim já solava com a guitarra de lado e abria o sorriso a cada base marcada, reta, marcial do rock caetânico. Ora Kassin, ora Lanny Gordin, muito bom.
      Ricardo Dias-Gomes, de cabeça raspada, era o mais tímido dos três, mas isso em momento algum significou insegurança. Magrinho, com passagens pelo lado mais alternativo e experimental do underground, tipo Z1bi do Mato e a Seleção Natural (banda de apoio de Lucas Santtana). Ou seja, nada exatamente igual a um Circo Voador lotado de gente a fim de adivinhar que música é a próxima. Quando buscava nos companheiros de palco alguma força, respondia com um aceno cúmplice quase imperceptível. Até Caetano foi a ele uma ou duas vezes, entre elas no belo solo de baixo de "Desde Que o Samba É Samba", tocado discreta, bela e tranquilamente.
      E Marcelo Callado, de cabeça também raspada, mas em moicano. Vindo de Canastra, Carne de Segunda, S. Futurismo (banda de apoio a uma peça infantil do titã Branco Mello), o menino na bateria era só contentamento. No bis, de You Don't Know Me, Odeeeeeeeeeio Você (de novo), Porquê? e Descobri que Sou Um Anjo, ele especialmente estrondou a bateria, com o consentimento dos companheiros.
      Show apoteótico.

1 Opine:

At 10:36, Anonymous Paula Lasanha said...

ODEEEIIIO ESSA BANDINHA!!
ODEEEEEEEEEEIIIIIIIIIIIOOOO!!

 

Postar um comentário

<< Home


Show :: Caetano Veloso, "Cê"
Modern Times, Bob Dylan
Show :: Adriana Partimpim
Amy Winehouse
Mike Relm CANCELADO
Entrevista: MC Aori (sobre as Batalhas de MCs)
Coméquefazsendoumsó?
Humaitá Pra Peixe 2007
Morte Anunciada ii
Entrevista: Pedro Sá (2)

- Página Inicial

- SOBREMUSICA no Orkut



Envio de material


__________________________________

A reprodução não-comercial do conteúdo do SOBREMUSICA é permitida, desde que seja comunicada previamente.

. Site Meter ** Desde 12 de junho de 2005 **.