contato |@| sobremusica.com.br

Bernardo Mortimer
bernardo |@| sobremusica.com.br

Bruno Maia
bruno |@| sobremusica.com.br

4.7.07

Roskilde '07:: Já na Dinamarca

O avião começa o procedimento de pouso. Aprxima-se da terra. Primeiro se vê aquela mistura de água de mar com terra e lodo, um terreno meio pantanoso, que visualmente lembra um manguezal. Ultrapassada essa paisagem, os prédios aparecem de um dos lados da aeronave. Algum asfalto também. Da janela, ainda se pode ver aquela água brilhando, a pista chegando, e vamos nós. Uma ponte de 13 km corta a água de um lado ao outro. Carioca que chega em Copenhagen de avião não estranha muito a paisagem.

A cidade é banhada pelo Mar Báltico, que é o que a separa de Malmö, na Suécia. A tal ponte se chama Öresund Bridge e liga as duas cidades. Aos desavisados que resolverem passear de carro, cuidado. O pedágio é salgadíssimo (64 euros!) e só vem no final, já nas bandas suecas. E aí, não dá pra voltar atrás. Para o motorista que vem da Dinamarca, o caminho que a antecede é precedido por um túnel, que começa em terra, numa auto-estrada e passa por um trecho por baixo da água. Ao final dele, os carros já saem em cima da ponte, sobre o mar. Esta combinação vista pela janela do avião é ainda mais bonita. Tem-se a sensação de que os carros saem de dentro da água...

Mas enfim... Fechado esse parêntese e dito isso, voltamos ao que interessa: desde ontem, estou, enfim, no país do Roskilde Festival. Já no aeroporto começam a serem avistados os primeiros aventureiros. Não é difícil reconhecê-los. Quilos de bagagem nas costas, chegam em grupos e muitas vezes trazem um violão à tira-colo. O trem que leva até a estação central em Copenhagen é a primeira escala de quem vai para Roskilde. Da capital até lá, é preciso pegar outro trem.

Ao contrário da rapaziada que vai direto para o festival, minha viagem ainda conta com uma parada estratégica de dois dias em Copenhagen. Mais do que poder revisitar a cidade (o que seria um prazer!), o objetivo é me abastecer dos últimos bens necessários para encarar a aventura. Fechar os últimos rabiscos, fazer as últimas ligações, desenhar o que eu pretendo que seja o meu festival. Sim, o "meu" festival. Afinal, diante de tantas opções de combinações possíveis, cada um dos mais de 80 mil visitantes diários assiste a um festival diferente. Considerando-se apenas os quatro principais dias, são seis palcos e cerca de 150 artistas Inevitavelmente a escolha faz parte do processo. A proposta também é essa, não adianta reclamar. Não dá pra ver os Beastie Boys e os Klaxons. É um outro. O mesmo vale para Cold War Kids ou o duo Lee Perry-Adrian Sherwood. E como essas, várias outras escolhas são postas ao público o tempo todo. Em tempos de web 2.0, isso sim é um evento 2.0.

Outra importante tarefa a ser cumprida antes de partir para Roskilde é preparar o material para o acampamento, sobretudo a logística. A decisão foi sofrida, mas está tomada. Sim, vou acampar. Ao contrário do que diziam todas as previsões, a terça-feira foi um dia lindo em Copenhagen. Vá lá que isso não me dá segurança sobre nada para os dias que virão. A intuição (e a assistente da loja onde comprei minha barraca) ainda me diz que vou passar perrengue na lama. Mas ainda assim, parece ser a melhor opção mesmo. Dormir em Copenhagen, ir e voltar todos os dias, além de muito caro pode ser fatal para uma desistência no meio do caminho. Além do que, depois que passar, a memória vai preferir muito mais ter encarado uma aventura como essa, do que guardar o cheiro branco do quarto de um hotel.

Está chegando a hora...

***************************
Queria registrar que esses próximos dez dias vão ser demais! Na volta do Roskilde ainda tem esse festaço! Desde já, obrigado a todos que toparam participar dessa jam-session insana!! Julho é o mês!!!!

***************************
Só pra constar, a festa do SOBREMUSICA também vai ser a minha festa de aniversário! Dia 14 de julho assopro 25 velinhas junto com a rapeize. Ausências serão duplamente imperdoáveis! E já comprem os presentes, hehehe!

2 Opine:

At 13:56, Anonymous Eu! said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

 
At 19:20, Blogger chicodub said...

lee perry + adrian sherwood, lee perry + adrian sherwood, lee perry + adrian sherwood, lee perry + adrian sherwood, lee perry + adrian sherwood, lee perry + adrian sherwood...

 

Postar um comentário

<< Home


Mais festchenha sobremusica 2 anos
Instântaneas de Amsterdam
Fim do Escravos da Mauá
Starbucks, Zweitausendeins e as elocubrações...
ALEATÓRIO FM
Primeiras impressões
Festchenha sobremusica 2 anos
Clipe: Tears Dry On Their Own, Amy Winehouse
The Mix-Up, Beastie Boys
Roskilde 2007 :: Hey ho...

- Página Inicial

- SOBREMUSICA no Orkut



Envio de material


__________________________________

A reprodução não-comercial do conteúdo do SOBREMUSICA é permitida, desde que seja comunicada previamente.

. Site Meter ** Desde 12 de junho de 2005 **.