contato |@| sobremusica.com.br

Bernardo Mortimer
bernardo |@| sobremusica.com.br

Bruno Maia
bruno |@| sobremusica.com.br

10.8.07

Amy, Wine, House and Love

[[[Deu trabalho, mas eu consegui. Preparei isso aqui durante horas, com todo o carinho, para o seu fim-de-semana... Vê se eu tirei direitinho...]]]

Ingredientes e receitas prum final de semana macio, em casa, a dois. O esquema é o seguinte: Você dá "play" no vídeo. Daí, ela canta. Ela canta e você toca. Violão. Ou violão ou o que você quiser tocar. Se você não tocar, chame alguém pra tocar pra você. Vinhozinho... Daí, tu se entrega... A última dessas quatro é pra depois, a sobremesa, junto com o cigarrinho (pra quem é de cigarrinho)...

You know I’m no good



Introdução: Dm

Dm Gm A7 :
Meet you downstairs in the bar and heard,
Your rolled up sleeves and your skull t-shirt.
You say why did you do it with him today?
And sniff me out like
Dm
I was Tanqueray.

Gm
Cause you're my fella, my guy
E7
Hand me your stella and fly
F
By the time I'm out the door,
E7
You tear me down
A7
like Roger Moore.

Dm Am E7 Am :
I cheated myself,
Like I knew I would.
I told ya, I was trouble,
You know that I'm no good.

Dm Gm A7 :
Upstairs in bed, with my ex boy,
He's in the place, but I cant get joy.
Thinking of you in the final throws,
A7
This is when
Dm
My buzzer goes.
Gm
Run out to meet your chips and bitter,
E7
You say when we're married cause you're not bitter
F
There'll be none of him no more,
E7
I cried for you on
A7
the kitchen floor.

Dm Am E7 Am :

Dm Gm A7 :
Sweet reunion, Jamaica and Spain
We're like how we were again
I'm in the tub You on the seat
Lick your lips
Dm
as I soak my feet

Gm
Then you notice lickle carpet burn
E7
My stomach drops yeah and my guts churn
F
You shrug and it's the worst,
E7
To truly stuck
A7
the knife in first.

Refrão (2X)
Dm Am E7 Am :


Rehab



C % G F C :
They tried to make me go to rehab I say no no no
Yes, I've been black but when
I come back you'll know, know, know
I ain't got the time and if my daddy thinks I'm fine
He's tried to make me go to rehab I won't go go go

E Am F Ab :
I’d rather be at home with Ray
I ain’t got seventy days
Cause there’s nothing, there's nothing you can’t teach me
That I can’t learn from Mr Hathaway
G
I didn’t get a lot in class
F
But I know it don’t come in a shot glass

C % G F C :
They tried to make me go to rehab I say no no no
Yes, I've been black but when
I come back you'll know, know, know
I ain't got the time and if my daddy thinks I'm fine
He's tried to make me go to rehab I won't go go go

E Am F Ab :
The man said why do you think you here?
I said I got no idea
I’m gonna, I'm gonna lose my baby
So I always keep a bottle near
G
He said I just think you’re depressed
F
Kiss me, yeah baby, and go rest

C
They tried to make me go to rehab
I say no no no
C
Yes, I've been black but when I come back
you'll know, know, know

E Am F Ab :
I don’t ever want to drink again
I just, ooh I just need a friend
I’m not gonna spend ten weeks
And have everyone think I’ve gone mad
G
And it’s not just my pride
F
It’s just til these tears have dried

C % G F C :
They tried to make me go to rehab I say no no no
Yes, I've been black but when I come back
you'll know, know, know
I ain't got the time and if my daddy thinks I'm fine
He's tried to make me go to rehab I won't go go go


Valerie



Introdução: Eb7M Fm7

Eb7M Fm7 :
Well sometimes i go out by myself
and i look across the water
And I think of all the things,
what you're doing and in my head I make a picture

A9* Abm (3x)
'cos since i've come on home,
well my body's been a mess
And i've missed your ginger hair
and the way you like to dress
Won't you come on over stop
B
making a fool out of me
Eb7M Fm7
Why won't you come on over Valerie? Valerie?

Eb7M Fm7 :
Did you have to go to jail, put your house up for sale,
did you get a good lawyer?
I hope you didnt catch a tan
I hope you find the right man who'll fix it up for ya
Are you shoppin' anywhere,
changed the colour of your hair , are you busy?
And did you have to pay the fine
you were dodging all the time are you still dizzy

obs: A9* = 507600}

“Love is a losing game”



Introdução: C7M

C Dm7 Fº C7M :
For you was a flame,
Love is a losing game.
Five story fire as you came,
Love is a losing game.

Em7 Dm7 Fº C7M
One I wish I never played,
Oh what a mess we made.
C Dm7 Fº C7M
And now the final frame,
Love is a losing game.

C7M

C Dm7 Fº C7M ::
Played out by the band,
Love is a losing hand.
More than I could stand,
Love is a losing hand.

Em7 Dm7 Fº C7M
Self professed, profound,
'Till the chips were down.
C Dm7 Fº C7M
Know you're a gambling man,
Love is a losing hand.

C7M

C Dm7 Fº C7M :
Though I'm rather blind,
Love is a fate resigned.
Memories mar my mind,
Love is a fate resigned.

Em7 Dm7 Fº C7M
Over futile odds,
And laughed at by the gods.
C Dm7 Fº C7M
And now the final frame,
Love is a losing game.

*******************************
O Bernardo sempre vai tirar a onda de que falou dessa mulher antes que o mundo todo... E o pior é que ele sempre vai ter razão pra tirar essa onda...

*******************************
Esse post é uma homenagem e um desejo de pronta recuperação para a nossa querida SOBREMUSA...

13 Opine:

At 18:46, Anonymous marcelinho said...

voltou aos tempos de violeiro, senhor Bruno Maia?!?! hahahah...

 
At 18:51, Blogger Bruno Maia said...

Nunca deixei de ser... Viola na veia! É a mola...

Curtiu as cifras? Me sai bem???

 
At 10:24, Blogger Raul Mourão said...

Belo trabalho Bruno. Essa menina é o seguinte. Aqui em casa só dá ela no som e no you tube. Faltou mencionar quem sao os autores das músicas...

 
At 10:46, Blogger Raul Mourão said...

so consegui assistir o primeiro video. os outros links nao funcionaram.

 
At 12:32, Blogger Bruno Maia said...

Valeu Raul.
estranho o problema de links... aqui, estao todos rolando. se mais alguem tiver tendo dificuldades, me dá um toque...

 
At 18:42, Blogger O Anão Corcunda said...

Muito mais ou menos... não consigo ouvir nem de perto essa graaaande cantora que vocês tanto alardeiam. Nada acima da média. Além do que, esse negócio de ficar citando o timbre da Billie Holiday o tempo todo na primeira música é muito chato. Faz lembrar aquela mala da Madeleine Peyroux (não sei como se escreve).

Ela que compõe as músicas? As duas últimas são muito fracas. Rehab foi a que eu achei legal, bem-humorada, sei lá, mais autêntica. Não só a música, mas também a interpretação. Bacana.

Engraçado é que ela parece bonita nos vídeos, mas a foto que tá no link do Globo mostra uma extrema baranga. Mas também, né... a coisa tá feia pra moça.

 
At 23:21, Anonymous . said...

/\
||
||
||
||
||
Mala sem alça.

 
At 00:59, Blogger Bruno Maia said...

Anão, sobre a sua pergunta: sim, ela compoe as músicas. algumas sao parcerias dela com outras pessoas... no caso de "Valerie" eu não sei se é dela. Essa faixa parece que está no disco do Mark Ronsonm, produtor dela e não no disco autoral da moça. Tb dá pra ouvir a "original" no myspace do ronsen www.myspace.com/markronson

 
At 16:12, Blogger O Anão Corcunda said...

Beleza. Só mais um adendo após uma escuta rápida (mesmo!) nos dois discos da moça: o segundo parece muuuuuuito melhor que o primeiro. Os arranjos e instrumentações são muito mais bem trabalhados, enquanto o primeiro disco me pareceu totalmente "girls band" anos 90. Mil a zero. Mas eu preferi essa versão de Rehab do YouTube que a do disco.

 
At 23:22, Blogger Premeditado said...

Sabe, ela aí é boa sim anão. quis dizer sim ao anão, não 'ah não'. ahaha 'anão corcunda' mt boa... Eu tenho uma questão com o alarde da turma alternativa, e tb com propaganda demais. evitei aceitar q os strokes eram bons, mas são, assim como essa moça. e ela é de fato um danoninho.
é meio esquisita com esses cacoetes de negona, mas manda tão bem que é isso aí.
mas queria saber se é ela mesma que compões as canções.. que daí eu apaixono

 
At 23:45, Blogger O Anão Corcunda said...

A palavra que usaste, premeditadamente ou não, é muito boa: "cacoetes". Ela tem muitos cacoetes de interpretação. É negona demais o tempo todo (fora os momentos que lembram Cindy Lauper). Isso satura os meus ouvidos. Parece que tá toda hora tentando convencer a gente que canta bem - o que no caso é desnecessário. Talento e técnica sozinhos não fazem verão. Daí que essa moça ainda tem muito a caminhar para explorar o bom potencial. E o importante é caminhar com gente boa. A grande melhora do primeiro pro segundo disco é um bom sinal.

 
At 08:25, Blogger Bruno Maia said...

Anão, Premeditado e Raul,
Consegui, enfim, os créditos das músicas do post. Como já havia dito, sim, é ela que compõe as próprias músicas. A evolução dela do primeiro para o segundo disco é realmente evidente. Das quatro músicas postadas por mim (“You know I m no good”, “Rehab” e “Love is a losing game”) são de autoria única dela mesma. Li hoje nO Globo que “Valerie” é um cover dos Zutons. Eu não conheço o original. Além disso, no “Back to black”, o tal segundo disco, seis foram escritas só por ela e quatro foram parcerias. “Tears dry on their own” é dela com Nickolas Ashford e Valerie Simpson. “Back to black” é dela com o Mark Ronson, “Wake up alone” é com Paul O’Duffy e “He can only hold her” é da moça junta com Richard Poindexter e Robert Poindexter.

Tinha faltado colocar o link para o primeiro texto do Bernardo sobre ela. Já ta lá, mas pra quem quiser ir direto o caminho é http://smusica.blogspot.com/2006/12/amy-winehouse.html

 
At 10:02, Blogger Marcelo said...

Tinha ouvido falar de Amy não sei onde. Depois fui advertido por Raul Lourão a ouvi-la. A moça é talentosa, há frescor na interpretação e a figura dela é pura sacanagem. Mas concordo com Anão em alguns pontos. Ela às vezes força a barra na interpretação, resvalando no pastiche. Creio que seja imaturidade, visto que o segundo cd é visivelmente superior na interpretação e na produção (assim como Anão, ouvi ligeiro).

Aliás, sinto o mesmo com a Madeleine Peyroux, que por sinal não acho mala, apesar de mais mansa que Amy. Afinal, são outras influências. Ela seguiu uma bela trajetória em seus três discos, libertando-se aos poucos da sombra de Billie. Tem interpretações memoráveis, como "You're Gonna Make Me Lonesome When You Go" do Dylan e "Between the Bars" do Elliott Smith.

 

Postar um comentário

<< Home


Show: Satchmo Summer Fest, em Nova Orleans (dia 2...
Show :: Jonas Sá
Show: Satchmo Summer Fest, em Nova Orleans (dia 1...
Jazzmatazz no Tipitina's de Nova Orleans
Kermit Ruffins, no Vaughns de Nova Orleans
Rolling Stone :: ECAD
Discos na parede
Aleatório FM :: Mussum
Rio de Janeiro - Nova Orleans
Feist no TIM FESTIVAL

- Página Inicial

- SOBREMUSICA no Orkut



Envio de material


__________________________________

A reprodução não-comercial do conteúdo do SOBREMUSICA é permitida, desde que seja comunicada previamente.

. Site Meter ** Desde 12 de junho de 2005 **.