contato |@| sobremusica.com.br

Bernardo Mortimer
bernardo |@| sobremusica.com.br

Bruno Maia
bruno |@| sobremusica.com.br

17.10.06

O "Almanaque do viver bem"

fonte: GoogleImage
Depois de tomar conhecimento (via URBe) da nova pérola de Mr. Catra, não resisti. O cara tá voando. Atacando em todas as vertentes da música brasileira! Tenho um problema com o Catra... sempre tenho a sensação de que ele foi um pouco além do limite, mas logo em seguida, não me agüento de dar risada e fecho na mente: "o cara é foda".

Essa constatação me fez que decidir que o Catra merecia um tipo... "Especial sobremusica", haha!. Selecionei alguns dos trechos mais, digamos, inspirados da obra catriana, focando na vertente das versões - afinal, o cara é um polivalente. Os proibidões e os funks tradicionais não estão contemplados aqui, só por uma questão de foco mesmo. Ao fim, alguns trechos da (absolutamente GENIAL!!) entrevista que Matias Maxx fez com o poeta para o zine Cucaracha Online. Vale (muuuito!!) a pena ler a intégra.

Trechos da viagem musical de Catra:

Pop-rock (versão de "Tédio", do Biquini Cavadão)
"na 4 X 4 o tempo voa
whisky e red bull, quanta mulé boa
o pau ficando duro, o bagulho tá sério
vai rolar um adultério
"

Axézão (desculpem, mas não sei qual é o nome da música original)
"belezaaaaa
é festaaa
pega na banana
Meu boneco duro é assim
Da um pegada da um bejim princesa
meu boneco duro é assim"

Funk-pop (versão de "Ela dança, eu danço", MC Leozinho)
"ela mama meu ganso
ela mama meu ganso
ela mama meu ganso...
aí eu gostei!
ela mamou diferente
ela usou o dente e não me arranhou
que boca mais linda, mamou na disciplina
e foi desse jeito que o negão gamou"

MPB (versão de "Tarde em Itapuã", de Vinícius e Toquinho)
- com direito aos vocais baixinhos, tipo bossa nova mesmo!

"tirou meu calção de banho
fez biquinho pra mamar
meu pau ficou dês tamanho
não deu nem pra acreditar
a gata mamando sorrindo (que lindo!)
e eu pedi mais um pouco
e o bagulho explodindo
é uma coisa de louco
É bom, uma mamada de manhã
Halls com sabor de hortelã
Pra relaxar, dar dois no cân
O natural de Amsterdã"
Pensamentos geniais catrianos: (retirados da entrevista feita por Matias Maxx. Leia aqui a íntegra)

-"Todo mundo sabe que Portugal descobriu o Brasil e deixou o bagulho aqui abandonado, só vindo pra cá pra roubar nossos recursos naturais, e só vieram pra cá porque tavam peidando pra Napoleão."

- "A favela é 100% cultura, o 2% de cultura que detém o tráfico de drogas também é cultura. Até o tráfico de drogas é uma cultura, uma cultura que implantaram na nossa favela, porque ela não nasceu ali".

- "Quer que eu te diga legal? A televisão vem destruindo a gente durante anos, porra mano, a menos de dez anos que fizeram a primeira novela onde tinha uma familia de pretos na classe média. E o desfecho da novela foi o seguinte, o pai era contraventor safado, a mãe era conivente nos crimes, o filho mais velho era corno, o mais novo era viado e a filha casou com um loiro de olho azul. Então eu não entendo, então não colocava a familia negra de classe média, qual foi da parada então? Eu achei até legal - pô a primeira novela com uma familia negra de classe média, que beleza! O cara é gerente de banco, que legal! Fiquei todo satisfeito, no desfecho do bagulho... Merrrmão... que que fizeram?"

-"É só tu me dar um horário na televisão e um dinheiro legal que eu vou ser presidente... Bota uns banqueiros aí no bagulho que eu ganho mole! Mr. Catra presidente e os apóstolos ministros..."

- "mó palhaçada essas eleições aê. Vou te dizer legal, nego oferece a mesma coisa pra tu votar. Há quantos anos você vê a mesma cara? Entra um, sai outro, um vira da esquerda pra direita, outro da direita pra esquerda, outro é radical de direita e vai pra esquerda, o outro o contrário"

- "Mas eu já sou por outra tese... um cara que gasta dinheiro comprando o importado muito cara é porque o peru dele é muito pequeno... tá ligado? Então ele tem que suprir, colocar alguma coisa no lugar daquilo que falta pra ele, porque pirocudo anda de fusquinha, tá ligado?"

- "Mano, o meu som é tipo "almanaque do viver bem" - tem que respeitar pra ser respeitado, considerar pra ser considerado, todos nós somos irmãos, vamos fazer bastante sexo, gozar é bom, se de vez em quando tiver na moral queimar um pra ficar relaxado, se tiver relaxado troca uma idéia com Jesus que o bagulho fica tranquilo e vamo que vamo, pra que guerra se fazer a paz é muito mais fácil?".



Por favor, palmas.

2 Opine:

At 18:25, Anonymous Your Hands Say Yeah said...

clap! clap! clap!

 
At 16:13, Blogger carlos said...

Catra prá presidente. Tem também a versão de "ela dança, eu danço" que virou "mama meu ganso". Linda interpretação.

 

Postar um comentário

<< Home


A Mariana Ximenes e o Cidadão Instigado
Meu Last.fm
Crazy, Gnarls Barkley & Get Myself Into It, the Ra...
Mais uma vez
Nas Lojas Americanas (2) / Fino Coletivo
Nas Lojas Americanas (1)
Caetano Veloso - "Cê" (1)
Músico é artista :: artistas fazem arte (ou dinhei...
Internet: My Space
Arto Lindsay :: show

- Página Inicial

- SOBREMUSICA no Orkut



Envio de material


__________________________________

A reprodução não-comercial do conteúdo do SOBREMUSICA é permitida, desde que seja comunicada previamente.

. Site Meter ** Desde 12 de junho de 2005 **.